AMP, já era?

AMP é um framework HTML criado pelo google para criação de páginas otimizadas para um carregamento instantâneo em dispositivos móveis. Em maio de 2021, o Google avisou que vai parar de priorizar sites AMP nos mecanismos do ranking de busca.

Mesmo com essa notícia, o PWA ainda é muito utilizado, tem muito espaço e muitas vantagens. É na parte das vantagens que vou focar nessa postagem.

O principal resultado do uso dessa tecnologia é a melhora da experiência do usuário em utilizar sites e também melhorias no ranking de buscas para SEO.

O ganho expressivo de velocidade de carregamento de páginas em um site com AMP se deve a utilização de um conjunto de especificações no HTML, que são impulsionadas pelo uso de Javascript, mas o principal fator é devido a rede de cache do próprio Google que funciona como uma CDN, que guarda uma versão daquela página para acesso imediato.

O AMP não é apenas um framework para performance. Seus componentes HTML, fáceis de usar, também auxiliam na criação de páginas com elementos dinâmicos e funcionalidades como outros sites. Como é um projeto aberto para comunidade, surgem novos componentes e melhorias constantemente.

Muitos sites de notícias e conteúdos em geral estão utilizando AMP, como The Washington Post, ecommerces como Ebay, sites de eventos, como EventBrite etc.

Mais recentemente o AMP tem expandido para outras áreas como páginas HTML por email e ads. Com essas novas expansões, ele pode levar as vantagens que são aplicadas no sites, para novos serviços que demandam renovação tecnológica.

Enfim, se seu site é mais rápido, logo ele é mais competitivo e converte mais vendas/visitas. Pesquisas mostram que páginas lentas podem aumentar em mais de 100% a taxa de rejeição e desistência de pessoas a esperar uma página de carrega lentamente.

Se você gostou, me segue para novos posts e deixa o like nesse post.

Obrigado pela leitura! Espero que possa ter ajudado. 🚀

21